quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Explique sempre o porquê das coisas


Publicado originalmente em 10 de dezembro de 2007 em http://aguinaldocps.blog.terra.com.br

Pergunta do Leitor: Eu ainda estou insegura na função de chefe, mas ontem venci um desafio: tirei a Internet da funcionária mais antiga do escritório, que conhece todo o serviço, toda rotina, desempenha bem seu papel, mas poderia ser melhor. Ela ficava com Internet ligada o dia todo, msn pra lá e pra cá. Acredita que ela veio tirar satisfações? Ela estuda administração de empresa, já não deveria saber que o que estava fazendo era um abuso?

Resposta do Blogueiro: Depende da situação. O conceito de abuso depende de cada empresa. Alguns patrões não se preocupam com isso, enquanto outros abominam. Há também diversos tipos de escritórios e a Internet pode ou não fazer parte do trabalho de uma pessoa. Em 90% dos casos, os programas de bate papo são usados para fins pessoais, como “bater papo” com amigos, da própria empresa ou de outras, sobre assuntos diversos. Isso, quase sempre, significa que nada acrescenta ao trabalho e até pode atrapalhar.

Normalmente, essa é uma ferramenta excelente para o nascimento de fofocas dentro do escritório, sem contar o tempo que ocupa. É uma forma das pessoas fofocarem sem terem que formar rodinhas no café. Pensando dessa forma, o melhor mesmo é que não se instale esse programa nos computadores da empresa.

O computador da empresa é uma ferramenta de trabalho e pode obedecer a regras estipuladas pela mesma. Ideal seria não haver nada extra instalado, como rádios, programas de download, fotos pessoais, slides, planilhas que não sejam de uso profissional. Também deveriam ter unicamente uma imagem padrão na área de trabalho, como a logomarca da empresa. Dessa forma o computador ficaria limpo e até com menos risco de ser infectado por algum vírus eletrônico.

A modernidade nos causa problemas corporativos, mas também os sana. Antigamente os escritórios tinham um rádio ou tocador de CD que alguém tomava a iniciativa de levar. De um tempo pra cá, tem se ouvido as rádios pela internet, mas isso sobrecarrega o servidor e deixa a rede lenta. Além disso, faz com que todos na sala tenham que ouvir a mesma música, seja ou não de seu gosto. Hoje, com MP3, MP4, MP5 e iPods, cada um pode ouvir em silêncio a música que quiser, com a vantagem de não depender do computador da empresa. Conforme o tipo de trabalho, sugere-se que use o fone num ouvido só, deixando o outro disponível para a comunicação com os colegas.

Mas há um alerta a se fazer: Uma mudança brusca de comportamento da chefia no escritório, que antes permitia MSN e agora passa a não permitir mais, pode gerar resistência dos mais conservadores e, como a própria leitora já disse, questionamentos. É importante fazer como com nossos filhos, que ao educá-los, explicamos os porquês. Ao retirar o programa de uma máquina, tire-o de todas. Explique os motivos e, se possível, tenha outras atitudes políticas com a sua equipe que compensem o desgaste causado por esta, como promover um café da manhã mensalmente no escritório ou presenteá-los cada um com um porta retrato, onde possam trazer uma foto da família para decorar a mesa.

Um comentário:

  1. Mais uma vez vale repetir que seus comentários são de grande valia.
    Estarei sempre por aqui, aproveitando tudoque puder de tudo que voce ensina.

    ResponderExcluir

Para comentar este artigo, escreva seu comentário, assinale a opção "NOME/URL" e clique em "publicar comentário".

SUA OPINIÃO, FAVORÁVEL OU CONTRÁRIA, É FUNDAMENTAL PARA MOTIVAR O BLOGUEIRO. NÃO DEIXE DE ESCREVER!