quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Que horas são?

Faz uns 15 dias, minha esposa encontrou alguns textos antigos datilografados em laudas de papel jornal. A maioria deles é de 1990 e eu os escrevi na época em que eu e ela começavamos a namorar. Este que segue aqui foi escrito por mim numa noite de domingo em que ela resolveu não sair e eu protestei por ficar sozinho em casa. Na época eu tinha 18 anos e escrevia usando uma máquina manual Olivetti, daquelas portáteis.

Observem o texto:



Que Horas São?

Hoje é domingo e já é noite. Eu estou com o saco cheio de ficar em casa mas não tenho onde ir. Fui assistir televisão e só encontrei porcarias, como o Fantástico e Silvio Santos. Fui pro meu quarto, liguei a luz e o ventilador, depois coloquei um som, fiquei ouvindo o disco dos Rolling Stones, mas ainda não estava satisfeito.

Tentei pentelhar a minha mãe, mas ela foi dormir. Meu pai chegou e me deu uma puta bronca por eu deixar a luz e o ventilador ligados sem eu estar usando. Resolvi então ler. Só não achei nada interessante. Fui fazer a barba, mas desisti, pois além de estar meio escuro, a lâmina já estava gasta. Pensei em ir brincar com meu cachorro mas ele preferiu ir latir no portão do que ficar comigo.

Depois dessa eu fui olhar a lua, mas havia nuvens no céu e eu fiquei olhando as nuvens mesmo, até que um monte de formigas vieram me rodear. Então fui até a geladeira pegar coca-cola, mas meu irmão tinha bebido tudo. - DROGA!!!

Peguei uma folha de papel e minha máquina de escrever e comecei a bolar um texto. Só que no finalzinho a fita preta parou de rodar e eu fui obrigado a terminar em vermelho. Daí por diante eu fiquei com um sono danado que fui dormir e nem me lembrei de desligar a luz e o ventilador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para comentar este artigo, escreva seu comentário, assinale a opção "NOME/URL" e clique em "publicar comentário".

SUA OPINIÃO, FAVORÁVEL OU CONTRÁRIA, É FUNDAMENTAL PARA MOTIVAR O BLOGUEIRO. NÃO DEIXE DE ESCREVER!