quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Legalizar não soluciona nada

Recentemente, quase que por coincidência, me envolvi em duas discussões com dois colegas diferentes. Nos dois casos, estávamos em conversas de botequim e, também nos dois casos, o papo terminou em belas risadas, embora as opiniões de cada um de nós continuassem completamente diferentes.

Num deles falávamos sobre as leis "Seca" e "Anti-fumo". Eu sou a favor das duas e um colega se sentindo completamente lesado por perder o direito de fumar onde bem entenda. Na outra conversa, creio que uma semana depois, um colega dizia que era a favor da liberação da maconha e a descriminalização do uso, cultivo ou comércio de uma erva que, segundo ele, não faz mais mal do que o cigarro. Eu respondi que é por isso que também sou a favor de ações que combatam o tabaco, pois além de todo o mal que faz a saúde da população, ainda serve de muletas para os que defendem a maconha.

Os defensores da legalização falam de uma certa solução quanto ao problema do tráfico de drogas, pois segundo eles, havendo o comércio formal e a autorização de consumo residencial, os traficantes perderiam força e faliriam. E eu esforçadamente fico pensando se isso poderia, de alguma forma que seja, ser verdade.

O maior problema que vejo nas drogas é a violência gerada por ela, seja esta criminalizada ou não. Essa violência não é gerada somente pelo traficante, mas também pelo viciado que rouba para sustentar o próprio vicio.

A legalização não resolve nenhum dos dois problemas, pois o viciado teria que continuar pagando pela droga e o traficante continuaria existindo, porém num mercado paralelo. Se houvesse a legalização da maconha, podendo-se comprá-la em bares, supermercados, etc; teríamos a incisão de impostos e o consumidor viciado continuaria buscando o mercado informal. Além do mais, assim como hoje há contrabando de cigarros industrializados, o contrabando da erva seria ainda mais fácil e, isso tudo sem contar que o traficante ainda continuaria 'trabalhando' com outros produtos 'mais fortes'.

É possível que minhas palavras sejam contestadas por muitos, mas continuarei acreditando que a liberação da maconha jamais seja a solução para a violência causada pelas drogas. Se fosse simples assim... ah se fosse!

Um comentário:

  1. Um tema polemico e dificl. Não tenho opinião formada sobre o caso, mas a liberação das drogas me soa esquisito, não consigo ver os beneficios, não consigo achar normal, ou bom, ou melhor...

    ResponderExcluir

Para comentar este artigo, escreva seu comentário, assinale a opção "NOME/URL" e clique em "publicar comentário".

SUA OPINIÃO, FAVORÁVEL OU CONTRÁRIA, É FUNDAMENTAL PARA MOTIVAR O BLOGUEIRO. NÃO DEIXE DE ESCREVER!