quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Amigo Oculto


- O meu amigo secreto… tem dois olhos… uma boca… é um cara muito legal… etc… Geralmente é assim a entrega do presente do amigo secreto. E isso acaba se tornando meio chato, né? Mas se é chato, então porque nunca falta o amigo secreto nas festas de final de ano das empresas?

O Amigo Secreto surgiu no final dos anos 60 como uma alternativa ao presente de Natal. Naquela época era comum pessoas trabalharem numa mesma empresa durante 30 anos e consequentemente comum terem no trabalho amigos tão bons quanto um irmão. Isso os fazia sentir vontade de presenteá-los no Natal, porém se presenteasse um, ficaria muito chato não presentear o outro.

Assim alguém inventou o Amigo Secreto, Amigo Oculto ou Amigo Invisível. Daí pra frente o mundo mudou, as pessoas passaram a serem mais competitivas em busca de ascensão e isso criou muitas rivalidades a ponto de existirem muitos "inimigos secretos" trabalhando juntos. Aí alguém inventou a "cara de pau"... Também surgiram outros problemas, como o fato de gostar ou não do presente que ganhou, de achar que deu um presente mais caro do que o que recebeu, etc. Então surgiram as brincadeiras combinadas, onde estipula-se o valor mínimo e máximo dos presentes, se é CD, chocolate ou afins.

Vou sugerir algumas coisas:
  • Amigo Secreto em empresa pequena fica bom se todos participam pois todos se conhecem, mas em empresas grandes, com mais de uma sede, faz com que os presentes sejam menos significativos, pois as pessoas não se conhecem. Nesse caso é melhor fazer entre os departamentos.
  • Uma inovação é o amigo secreto indefinido. Todos os homens compram presentes para homens. Todas as mulheres trazem um presente para mulheres. No sorteio, alguém fica responsável por escrever o nome dos homens num papel azul e das mulheres num papel rosa. Coloca-se dentro do mesmo saco. Quando os convidados chegam (eles ainda não sabem quem será o seu amigo sorteado) eles colocam os presentes em lugares separados (à esquerda os masculinos e à direita os femininos). No sorteio (que é feito no mesmo momento da entrega) quem pegar um azul, antes de abrir e saber quem será o seu amigo, pega aleatoriamente um presente masculino (que não pode ser o seu) e só então abre o papel para poder anunciar. Quem pegar um rosa já sabe que o presente será para mulher, então vai no monte feminino buscar o presente. Dessa forma o presente que você deu, será um presente seu para a equipe e o presente que você recebeu também será da equipe para você. E mesmo que alguém reclame do que ganhou, não saberá quem deu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para comentar este artigo, escreva seu comentário, assinale a opção "NOME/URL" e clique em "publicar comentário".

SUA OPINIÃO, FAVORÁVEL OU CONTRÁRIA, É FUNDAMENTAL PARA MOTIVAR O BLOGUEIRO. NÃO DEIXE DE ESCREVER!