sexta-feira, 4 de março de 2011

Criando um clima favorável


Porque um time cheio de craques, poderia não ganhar o campeonato? Porque este time não jogaria bem? Com tantos craques já condecorados, o que impediria esta equipe de obter êxito? Quando chegarmos a resposta dessa pergunta, poderemos certamente afirmar que é pelos mesmos motivos que uma equipe de trabalho não rende o que era esperado dela. Algumas empresas mais Tayloristas acreditam que basta contratarem os melhores técnicos em cada área e terão o melhor produto ou rendimento, mas não é tão simples assim. O ser humano trabalha melhor quando o clima da empresa é mais favorável.

Num dia desses, uma sexta-feira, ao acordar eu liguei a TV e acompanhava o Bom Dia São Paulo enquanto me preparava para sair para o trabalho. Neste telejornal há o “quadro verde”, apresentado pela repórter Ananda Apple, que visita viveiros e jardins no intuito de mostrar plantas diferentes e bem cuidadas, jardins que se destacam e coisas do gênero. Numa das entrevistas o jardineiro falava aquilo que nossas avós já devem ter repetido milhões de vezes ao nosso lado e nós nunca percebemos o quanto isso é genérico: “-Uma planta vive e cresce melhor se há condições favoráveis para isso”.

Uma criança criada num ambiente hostil, onde há discussões constantes, pessoas agindo de forma a prejudicar a outra, demonstrações de raiva e desespero, somente pode se tornar um adulto desestruturado. Outra criança criada com regras bem definidas, demonstração de respeito e carinho, tem muito mais chance de ser um adulto bem resolvido. Ou seja, o clima em casa transforma a pessoa. E até aí muito provavelmente todos concordam, mas será que isso vale para a empresa?

Na minha opinião vale sim. Sabemos que quando queremos resultados melhores, não basta apenas contratarmos pessoas mais experientes e nem com mais vida acadêmica. Precisamos antes de tudo, melhorar o clima organizacional da empresa. Ninguém trabalha bem num ambiente pesado e cheio de conflitos, ninguém consegue render tendo que se preocupar com as metas ao mesmo tempo em que pensa nas fofocas e rivalidades. Então, se quer fazer sua equipe melhorar, proporcione um clima adequado para que os talentos possam crescer. Mas para que estes cresçam, ainda precisarão florir, frutificar, etc. É preciso termos paciência.

O empresário não pode olhar para o dinheiro que usa numa contratação como gasto ou ainda como um investimento de retorno imediato. Assim como quando plantamos uma semente, esta somente dará frutos no futuro. Dê exemplos, prove na prática que vale a pena trabalhar na sua empresa. Mostre como se faz, contrate pessoas alegres, proporcione um ambiente confortável aos colegas, respeite o espaço dos companheiros. Fazendo tudo isso, além de ser gostoso trabalhar, o resultado aumentará sem que haja necessidade de outras ações.

Caso perceba que há uma erva daninha em seu jardim, trate de aniquilá-la. Mas faça isso da maneira certa, com ética e respeito. Pior do que ter na empresa um rebelde sem causa é quando, por falta de paciência, a gente dá causa a sua rebeldia.

2 comentários:

  1. Inacio de Oliveira5 de março de 2011 10:06

    Gostei do blogue, vou começar a entrar sempre. Sou de Portugal, um país onde se valoriza muito o clima organizacional. Hoje vivo em Florianópolis e sinto que existe muita diferença entre os dois continentes.

    ResponderExcluir
  2. Aguinaldo,
    muitas vezes analisamos os textos, principalmente os corporativos, do ponto de vista do funcionário - hoje apropriado para colaborador, que muitas vezes não funciona. Ao ler este artigo, pude ver uma visão do ponto de vista do empreendedor, principalmente no que diz respeito a analisar o contratado como um gasto. Neste caso, cabe colocar uma questão pertinente: Por que muitos não pensam na contrapartida, através de uma visão a longo prazo. Exemplo: valorizar o funcionário para que este realmente vista a camisa e, consequentemente agregue valor ao banco de talentos da empresa? De nada adianta colocarmos profissionais capazes dentro das organizações se estes se sentem insatisfeitos com o ambiente de trabalho e, principalmente com seus superiores. Que bom seria se todos os empreendedores pensassem dessa forma. Em tempo: legal o visual do blog. Sempre mudando. Mudando Sempre.

    ResponderExcluir

Para comentar este artigo, escreva seu comentário, assinale a opção "NOME/URL" e clique em "publicar comentário".

SUA OPINIÃO, FAVORÁVEL OU CONTRÁRIA, É FUNDAMENTAL PARA MOTIVAR O BLOGUEIRO. NÃO DEIXE DE ESCREVER!