quarta-feira, 16 de maio de 2012

Teoria é uma coisa, prática é...


A divergência entre a teoria e a prática é uma fonte muito interessante de inspiração para quem trabalha com treinamento. Principalmente quando este começa a treinar pessoas novas na filosofia da empresa, que sentem ainda alguma dificuldade em exercer de maneira correta e padronizada um conjunto de tarefas. Nessas horas, inevitavelmente se cogita a hipótese de fazer alguma coisa diferente ou “quase igual” aos manuais. Convencer as pessoas a seguirem um padrão é um dos grandes desafios do treinador.

Empresas de médio e grande porte, assim como as franquias, invariavelmente trabalham com um conjunto de manuais chamado “Normas & Procedimentos”. Servem para que tudo que se faz possa ser ensinado e exercido por outras pessoas sem a necessidade de haver aquela "expertise nata", desenvolvida apenas pelos craques. Usá-las e respeitá-las é a melhor maneira de criar em sua empresa uma linguagem única, importante para desenvolver sua identidade corporativa. Quando se contrata pessoas experientes, vindas de outras grandes empresas, há a tendência delas entenderem a importância disso e seguirem, afinal quando se muda de emprego, muda também de técnica e filosofia. Outros, porém, com alguma experiência, mas desabituados a seguirem scripts, costumam ser resistentes as frases feitas.

É importante dizer que cada frase que o atendente de uma grande rede de Fast Food fala no balcão de atendimento tem exatamente um porque de existir. Uma palavra que se deixe de falar pode mudar completamente o entendimento do cliente e, por consequência, a comunicação exercida. Claro que seria ideal que os atendentes usassem as tais frases padronizadas, mas de maneira natural, com entonações não robóticas. Porém entre fazer o certo com tom engessado e não fazer, ainda é preferível que se faça. Outra situação muito comum em treinamentos é o treinador pedir um feedback dos seus alunos, perguntando se entenderam a técnica ou ainda se sentem-se seguros para aplicá-la. Espera-se, com isso, que o participante solte alguma dúvida, algum ponto que não tenha sido totalmente compreendido. Acontece que, em alguns casos, percebe-se um enorme ceticismo do aprendiz, como se este precisasse ver pra crer: “Ah treinador, achei legal, mas a gente sabe que na teoria é tudo lindo e maravilhoso, mas na prática é que realmente a gente vai ver se dá certo”.

O novato geralmente não pensa que se aquela norma está sendo ensinada é porque já foi testada. Ainda assim, eu costumo rebater comentários como este explicando calmamente que a teoria é fundamental para sustentar e direcionar a prática, que antes de vir para a sala de treinamento, esta teoria já foi testada por outras pessoas e que para que a prática dê certo, basta que o praticante siga exatamente a teoria que aprendeu. Exemplifico que antes de um prédio existir na prática, ele precisa existir na planta e que é esta que direcionará aonde se coloca cada tijolo. Por fim, que se na teoria é uma coisa, na prática deveria ser a mesma coisa. A teoria é um planejamento e a prática é cumprir esse planejamento. A responsabilidade de cumpri-lo é de todas as pessoas envolvidas. Quem diz que na prática a coisa é diferente são pessoas preguiçosas OU pessoas com alta capacidade de improviso, boas para exercerem trabalhos artesanais e de pouca quantidade, mas que nunca conseguirão fazer nada em grande escala, simplesmente porque não estão habituadas a seguir uma determinada planta. 

Em N&P, não existe o “meu jeito” ou seu jeito. Existe apenas o jeito que é certo (e tudo que for diferente disso é errado). Em grandes empresas, “teoria é uma coisa e prática... é a mesma coisa. Se não é, a culpa é de quem está praticando errado.

4 comentários:

  1. Rosimari A. Bernardino16 de maio de 2012 19:49

    De fato ! Concordo plenamente com o dito de que teoria é uma coisa e a prática é a mesma coisa.

    Alio isso principalmente no trabalho por exemplo de um médico....Imagine só, uma doença diagnosticada pelo médico pelo qual necessita de um tratamento na qual foi-se estudado na sua tese de mestrado, que foi comprovada pelos maiores centros de pesquisas científicas das melhores e maiores redes hospitalares e pelo qual suas experiências um tanto inusitadas o fazem não praticar com seu paciente o tratamento necessário para esta doença (receitas, exercícios,descanso, terapias.... Ou seja, a teoria). E ai?????

    O que acontece é que seu paciente vai passar por piores apuros e correr riscos de vida em função do descumprimento da teoria, testada e comprovada que EXECUTADA, soluciona a causa.

    TEORIA É A RAZÃO DOS ACONTECIMENTOS.... Antes de ser real primeiro foi ideal.
    Antes de ser arte primeiro foi desenho....esboço.

    Teoria e prática precisam andar alinhadas.

    Parabéns Aguinaldo mais uma vez por suas visões claras e amplas de nossas limitadas percepções.

    ResponderExcluir
  2. Rosimari A. Bernardino16 de maio de 2012 19:49

    De fato ! Concordo plenamente com o dito de que teoria é uma coisa e a prática é a mesma coisa.

    Alio isso principalmente no trabalho por exemplo de um médico....Imagine só, uma doença diagnosticada pelo médico pelo qual necessita de um tratamento na qual foi-se estudado na sua tese de mestrado, que foi comprovada pelos maiores centros de pesquisas científicas das melhores e maiores redes hospitalares e pelo qual suas experiências um tanto inusitadas o fazem não praticar com seu paciente o tratamento necessário para esta doença (receitas, exercícios,descanso, terapias.... Ou seja, a teoria). E ai?????

    O que acontece é que seu paciente vai passar por piores apuros e correr riscos de vida em função do descumprimento da teoria, testada e comprovada que EXECUTADA, soluciona a causa.

    TEORIA É A RAZÃO DOS ACONTECIMENTOS.... Antes de ser real primeiro foi ideal.
    Antes de ser arte primeiro foi desenho....esboço.

    Teoria e prática precisam andar alinhadas.

    Parabéns Aguinaldo mais uma vez por suas visões claras e amplas de nossas limitadas percepções.

    ResponderExcluir
  3. Estou sempre aprendendo por aqui...
    Prática e teoria.

    ResponderExcluir
  4. frederico resende29 de maio de 2012 19:32

    A pratica com resultados e irrrefutavel. Eu entendo que a teoria e uma descricao da pratica. Aquilo que não e executado conforme os padroes, não deve ser entendido como pratica. Realmente sao a mesma coisa. Boa Guina!

    ResponderExcluir

Para comentar este artigo, escreva seu comentário, assinale a opção "NOME/URL" e clique em "publicar comentário".

SUA OPINIÃO, FAVORÁVEL OU CONTRÁRIA, É FUNDAMENTAL PARA MOTIVAR O BLOGUEIRO. NÃO DEIXE DE ESCREVER!