terça-feira, 18 de março de 2014

Sou Preconceituoso!


Não consigo ter expectativa igual por todo mundo, por mais que eu tente. Admito que vivo pré conceituando pessoas todos os dias. Isso é verdade, não é marketing. Sei que as aparências enganam e estou cansado de me ver enganado por elas, mas continuo sentindo a mesma coisa quando conheço alguém diferente e acredito que todos nós temos um pouco disso. Vou dar alguns exemplos:

Tenho uma simpatia enorme por velhos... posso dizer que os meu grandes amigos são idosos. Na maioria dos casos, quando conheço os pais dos meus amigos, me identifico logo com eles. Desde criança eu curtia demais o meu avô e, de lá pra cá, venho confirmando essa admiração, pois são pessoas sábias. Gosto quando contam histórias de “antigamente” e percebo que os conflitos são os mesmos de hoje, mas com outros nomes. Gosto de incentivá-los a modernidade, pois às vezes acho que eles desperdiçam sabedoria por pouco usarem a tecnologia disponível. Quando vou a uma empresa e sou atendido por um idoso, imediatamente me torno mais tolerante, posso dizer que só por isso a empresa já ganha um ponto a mais comigo.

Imagino que todos os japoneses são disciplinados... é impressionante, mas é a primeira coisa que me vem a cabeça. Fico imaginando que eles cumprem 100% daquilo que se prontificaram a fazer, que não se desviam no meio do caminho por imaginarem que há algo mais legal ou divertido. Fico maravilhado com o respeito que eles têm pelos seus pais (podem reparar que os japoneses sempre valorizam os pais e a família). Certamente tenho muito que aprender com eles.

Os negros ganham espaço a cada dia... e não é por nenhuma política de cota que isso acontece não, vocês já repararam como a raça negra está a cada dia mais bonita? Isso acontece porque estão se tornando mais vaidosos, com maior auto-estima. Eles têm inventado estilos próprios, penteados diferentes, têm se vestido muito bem. Os negros vêm se orgulhando progressivamente de suas conquistas como atletas, políticos, empresários, religiosos, atores, etc. Nilton Gonçalves dá show de interpretação no cinema nacional, Marcos Assumpção promove ações sociais com maestria... tenho dois amigos negros, que são empresários e administradores invejáveis, isso tudo sem falar da miss universo de um ou dois anos atrás. Gosto dos negros, eles vão arrebentar nos próximos anos.

Fico impressionado com a capacidade da mulher no mercado de trabalho... Elas superam tudo, podem tudo. Unem a sensibilidade com a determinação, são mais pacientes e gostam mais de estudar. Elas falam com mais jeitinho, são melhores como líderes e melhores como lideradas. Mas acho os homens corajosos... eles ainda se sustentam com essa característica. Parece que a força bruta que herdaram das gerações passadas ainda mantém alguma reação positiva. Um homem inteligente já percebeu a ascensão da mulher e colabora com ela.

Falando das diferenças entre homem e mulher, me solidarizo com a luta dos Gays... Eles estão buscando seus espaços e superando aquela falsa imagem de maníacos sexuais a qual a sociedade os condenava no passado. Os gays tem mostrado ao mundo que paqueram assim como os heterossexuais paqueram também, mas que se corrompem muito menos do que os primeiros. É raro vermos um gay cometendo assédio nas empresas... eles são muito mais discretos. Admiro pais adotivos... Eles abrem suas almas a pessoas com outras descendências. São anjos que vieram a terra mostrar que o ser humano tem jeito. Gosto dos Crentes, de qualquer religião, porque eles são ponderados em suas ações... mas também gosto dos céticos, pois tem coragem de dizer o contrário do que o mundo diz... Valorizo muito os analfabetos e as pessoas com deficiência, pois vivem em um universo de iguais sendo diferentes...

Como veem, sou pré-conceituoso... Apenas lamento que algumas pessoas decepcionam o meu conceito pré estabelecido e fazem tanta besteira, que me levam a não gostar delas individualmente... Não pela tribo, religião, raça, orientação sexual ou classe social, mas sim pelas suas atitudes que, se não combatidas, podem transformar o mundo num lugar bem ruim de se viver.

Nota: o objetivo deste texto é mostrar que as pessoas são iguais, mas tem atitudes diferentes e que devem ser julgadas pelas suas atitudes.

Um comentário:

  1. Aguinaldo, teria mais um post para colocar por aqui, mas vou me abster.
    O que acontece é que as pessoas são preconceituosas - disso ninguém escapa - mas têm medo de assumir que são.
    Enquanto isso,a demagogia impera.
    Olhamos para as pessoas de baixo para cima, procuramos uma etiqueta famosa no seu vestuário e procuramos uma poeira no sapato ou se o nó na gravata foi bem dado.
    Mas, quem assume que age assim?

    ResponderExcluir

Para comentar este artigo, escreva seu comentário, assinale a opção "NOME/URL" e clique em "publicar comentário".

SUA OPINIÃO, FAVORÁVEL OU CONTRÁRIA, É FUNDAMENTAL PARA MOTIVAR O BLOGUEIRO. NÃO DEIXE DE ESCREVER!